Início / Manchetes / 17ª edição do Casamento Comunitário de Osasco une número recorde de casais

17ª edição do Casamento Comunitário de Osasco une número recorde de casais

Com bênção religiosa, bolo, buquê, alianças, sorteios e um show da dupla Gian & Giovani, a cerimônia organizada pela presidente do Fundo Social, Marcia Abreu, uniu 460 casais

No sábado, 28 de maio, a Prefeitura de Osasco, por meio do Fundo Social de Solidariedade, realizou a 17ª edição do Casamento Comunitário – a 7ª consecutiva na gestão do prefeito Emidio de Souza. O Casamento Comunitário teve início a partir da Lei nº 3117/95, proposta pelo então vereador e atual vice-prefeito Faisal Cury.

O Casamento Comunitário 2011 uniu um número recorde de casais: 460 noivos disseram o tão esperado sim, apadrinhados pelo prefeito Emidio de Souza e pela presidente do Fundo Social, Marcia Abreu. Os noivos tinham em comum, além do desejo de oficializar uma relação de anos ou começar uma vida conjunta, a falta de condições financeiras para arcar com as despesas do cartório e com a festa. O casamento, que aconteceu no Centro de Eventos Pedro Bortolosso, realizou o sonho dessas pessoas e foi além.

A preparação para o casamento começou logo cedo na sede do Fundo Social. Funcionários e colaboradores se mobilizaram para ajudar a preparar os noivos com penteados e maquiagens para fazer o dia de 460 casais inesquecível. Eles também contaram com café-da-manhã e em seguida foram para o Centro de Eventos de ônibus cedidos pela prefeitura, incluindo o “Fofão”, de 2 andares.

Os casais entraram no salão ao som da Marcha Nupcial, como não deveria deixar de ser. O Conservatório Villa Lobos, da Fito (Fundação Instituto Tecnológico de Osasco) foi o responsável por tocá-la durante a passagem dos casais. Então, o casal Osvaldo Pires e Ana Lúcia de Felippe, representando os outros 459 noivos, foram casados pelo Juiz Aristeu Batista, do Tabelião do 1º Cartório de Registro Civil de Osasco, tendo seu “sim” repetido por outras 918 vozes.

Em seguida, representantes da igreja Católica e Evangélica deram sua bênção. O Padre Jonas Manhães anunciou que o desejo de união de tantos casais é uma prova de que o casamento e a família permanecem vivos e fortes. “O matrimônio é o início de uma nova etapa em suas vidas, é a mudança de uma vida individual para uma vida conjunta”, disse.

O pastor evangélico Dejair Silvério focou na responsabilidade de o homem zelar por sua casa e por sua família, e amar a sua esposa como ela merece, sem duvidar dela.

No momento da troca das alianças, o Pastor Joel Moisés elogiou o trabalho do Fundo Social: “Estive pensando o quanto Marcia Abreu e sua equipe têm feito bem a essas pessoas”. Então pediu aos casais que ficassem de pé, frente a frente, e se olhassem nos olhos. A emoção era palpável. Enquanto dizia ao casal-modelo, Ana Lucia e Osvaldo Pires, todos os casais repetiam suas palavras e trocavam alianças.

Muito emocionada com a cerimônia, Marcia Abreu desejou uma vida marcante e memorável daquele dia em diante. “Todos os anos que venho aqui me emociono. Não só no Casamento Comunitário, mas no dia-a-dia do Fundo Social. Sempre me empenhei, como presidente do Fundo Social, colocando o coração na frente da razão. Porque eu deixo o coração falar mais alto, e não é fácil. Mas é recompensador, porque é sincero. Nunca deixamos de faltar às pessoas que procuram o Fundo atrás de amparo, carinho e dedicação, que é um compromisso que nosso brilhante prefeito nunca faltou com as necessidades de vocês, e trabalha de coração aberto e dedicação com o FSS”, disse. “Esse casamento é uma reafirmação do amor e do carinho, e vocês devem lembrar que terão um ao outro para enfrentar os obstáculos do mundo”, concluiu.

O prefeito Emidio falou do orgulho de gerir uma das maiores cidades do Brasil, que está se transformando a cada dia em uma das melhores. “Nesse tempo todo, já inaugurei muita escola, muito posto de saúde, já asfaltei muita rua. Mas o Casamento Comunitário é uma obra diferente. É uma “obra” para unir pessoas nas mais diversas situações. Todos têm direito de serem felizes do mesmo jeito.”, afirmou. “O FSS e a Prefeitura apóiam e regularizam essa situação para que vocês possam tocar adiante. É uma coisa bonita: o FSS prepara tudo – a festa, as alianças, o bolo, o show. E sei que vocês vão sair daqui e fazer sua festa particular. Não ter dinheiro não é impedimento. Porque para ser feliz não precisa morar em um palácio; para ser feliz, basta ter vontade de ser feliz, vontade de viver junto e confiança mútua”, concluiu.

O final do casamento foi coroado com um show da dupla sertaneja Gian & Giovani, que cantou seus sucessos, entre eles a composição de Roberto Carlos, “Eu te amo, eu te amo, eu te amo”, repetidos por centenas de vozes carregadas de amor, felicidade e gratidão.

Casais símbolo

Os casais símbolo deste ano foram Olimpio Andrade e Izabel de Lima, como o casal melhor idade; Ricardo dos Santos e Letícia Soares, como o casal mais jovem; e as irmãs gêmeas Roseli e Rosimeire Lopes, que se casaram com Francisco Deufrásio e Marcus Vinícius Silva.

Dona Izabel, 68 anos, e Seo Olimpio, 71, formavam o casal mais velho do grupo. Com 33 anos de vivência e um filho, o casal conta que procurou diversas formas de oficializar a união, mas não tinham condições de pagar as taxas do cartório. “O Fundo Social foi essencial para nos unir perante a lei; sempre nos demos muito bem e fomos muito felizes – só faltava formalizar”, dizem. “Estamos muito felizes e vamos comemorar a noite com muito forró – que foi como nos conhecemos”, diz a radiante Dona Izabel, em um vestido branco de arrancar elogios das mais jovens.

As gêmeas Roseli e Rosimeire Lopes, 31 anos, dizem que nunca imaginaram se casar juntas. “Simplesmente aconteceu”, diz Rosimeire. “Faço isso porque é importante formalizar”. Para Roseli, o grande motivo de levá-la a oficializar a união de 12 anos com Francisco é fazer a alegria dos 4 filhos. “Eles sabem que é importante, e sempre desejaram nos ver casando – a prefeitura deu a oportunidade, e agora o grande dia!”, diz.

Os noivos mais jovens, Ricardo e Letícia, estão há pouco mais de 1 ano juntos e decidiram se casar com a aprovação da família de ambos. “Decidimos juntar as escovas de dentes”, comemora Ricardo. “Não queremos filhos por enquanto. Queremos estudar e planejar nosso futuro juntos. Estamos muito felizes”, conta Letícia.

Também prestigiaram o evento o vice-prefeito e presidente da FITO, Faisal Cury; o deputado estadual Marcos Martins; os secretários municipais Sandra Faé Praxedes (interina – Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão), Gilma Rossafá (Assistência e Promoção Social), Luciano Jurcovichi (Cultura), Jorge Lapas (Governo); os vereadores Aluisio Pinheiro (Presidente da Câmara Municipal), Antonio Toniolo, João Góis, Osvaldo Vergínio, Rogério Lins e Valdomiro Ventura; e Humberto Marchi, secretário regional da Sociedade Bíblica do Brasil; dentre outras autoridades.

Patrocinadores

Essenciais para a realização do Casamento Comunitário, a prefeitura contou com o apoio das seguintes empresas: Auto Posto Alternativa, Bunge Alimentos, Café Pelé, Casa das Noivas, Confeitaria Requinte, Drogasil, Hotel Volare, Le Noir Atelier, Lojas Marabraz, Mine Confeitaria, Mattiz the Premium, Natus Cosméticos, Pães e Doces Imperial, Pãozria, Phisália Cosméticos, Porsani Embalagens, Pro Descart, Restaurante e Churrascaria Frangão, Restaurante Estância, RM Noivas, Stillo’s Chic, Shopping União, Sociedade Bíblica do Brasil, Vitrine das Noivas, VR Vila Rica Modas e Walmart do Brasil.

Além disso, verifique

Prefeitura de Osasco entrega Bases Comunitárias Móveis

Nesta quarta-feira, 5, às 11 horas, o prefeito de Osasco, Emidio de Souza, entrega para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.