Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início / Saúde / Em audiência na Câmara, secretário Gelso anuncia novos serviços na Saúde de Osasco

Em audiência na Câmara, secretário Gelso anuncia novos serviços na Saúde de Osasco

Começam a funcionar, em breve, os projetos Consultório de Rua e Centro de Referência ao Diabético. Além disso, serão inaugurados os novos prédios da Zoonoses e do CAPS Infantil e a Central de Documentação da Saúde. Prefeitura também vai construir uma UPA 24 horas no Centro e acaba de lançar projeto de acompanhamento à gravidez de risco

O secretário de Saúde da Prefeitura de Osasco, Gelso de Lima, participou na noite de quinta-feira, dia 18 de agosto, de audiência pública, promovida pela Comissão de Saúde e Promoção Social da Câmara Municipal, sobre os investimentos financeiros na saúde referentes ao 1º e 2º trimestres desse ano.

A audiência foi conduzida pelo vereador Carlos José Gaspar, presidente da comissão, e também contou com as participações dos vereadores Antônio Toniolo e Valmir Prascidelli.

O secretário abriu sua fala fazendo um convite à população para participar, no próximo dia 31 de agosto, dos eventos em comemoração aos 15 anos do Hospital e Maternidade Amador Aguiar; e ainda, no dia 8 de setembro, da inauguração do novo prédio do Centro de Controle de Zoonoses.

Ele também anunciou novos serviços e obras na rede municipal. “Vamos lançar oficialmente o projeto Consultório de Rua, que já está sendo executado e atende, in loco, a população de rua, fazendo um primeiro atendimento e convencendo essas pessoas a darem continuidade ao tratamento em uma Unidade Básica de Saúde. Também temos novidades para o CAPS – Centro de Atendimento Pisco-Social. O CAPS Infantil vai sair do lugar onde está hoje, no Jardim Santo Antônio, e passa a funcionar na avenida João Batista, em um prédio que está sendo reformado. Já o CAPS Álcool e Drogas terá atendimento 24 horas”, afirmou.

Além disso, a secretaria vai implantar, na Policlínica da zona Sul, o Centro de Referência ao Diabético, que vai oferecer tratamento diferenciado e multidisciplinar aos pacientes que apresentam quadros mais graves ligados à doença. “E vamos iniciar, ainda em setembro, as obras de construção da UPA 24 horas do Centro. Assim como as que já estamos construindo na Vila Menk e no Jardim Conceição, essa UPA vai funcionar como um Pronto-Socorro melhor equipado para atender urgências e emergências. E, no caso específico da unidade do Centro, vai permitir a transformação do Hospital Central em retaguarda para a rede”, explicou.

De acordo com Gelso, com a entrega, em 2012, das 3 UPAs e do Pronto-Socorro do Jardim D´Abril, cujas obras também estão em andamento, a rede municipal de saúde está preparada para atender a demanda dos próximos dez anos nos casos de urgência e emergência.

Brevemente, será inaugurado ainda o Centro de Documentação da Saúde, que vai abrigar prontuários de toda a rede, em um imóvel no bairro de Presidente Altino. “Precisamos manter esses documentos por até 30 anos. Por isso, nas UBSs, há salas sendo usadas para isso. Com o centro, vamos fazer um arquivo mais organizado e ainda liberar esses espaços, nas unidades, para atendimentos”, explicou.

Gestantes e Recém-Nascidos

Também na audiência, a diretora de Atendimento Primário da secretaria, Solange Cristina Silva, apresentou um novo serviço, já em andamento na rede municipal: o Núcleo de Vigilância em Saúde Materno/Infantil. Tendo como meta reduzir o índice de mortalidade infantil da cidade, deixando-o abaixo de um dígito, o programa, iniciado em abril, faz a busca ativa de gestantes e recém-nascidos de risco, para assegurar que haja realização de pré-natal e todo o atendimento necessário a esse público alvo. Atualmente, o programa faz o acompanhamento de 608 recém-nascidos, dos quais 130 de risco, e ainda de 877 gestantes. Dentre elas, 85% estão fazendo o pré-natal regularmente. “Estamos agora em um processo de envolver toda a Secretaria da Saúde nesse projeto. Mas nosso passo seguinte é envolver as demais secretarias municipais”, afirmou Solange.

Investimentos e Atendimentos

Também como parte da audiência, o coordenador do Fundo Municipal de Saúde, Aleto José de Souza, fez uma apresentação dos investimentos e atendimentos feitos na rede municipal durante os dois primeiros trimestre de 2011. Nesse período, a Saúde recebeu investimentos de R$190 milhões, dos quais 82% vieram dos cofres públicos municipais. As transferências do governo federal somaram outros R$33,8 milhões, enquanto o governo estadual, no mesmo período, destinou à cidade R$330 mil no primeiro trimestre e não empenhou recursos nos três meses seguintes.

“Quanto aos atendimentos, podemos salientar que eles estão mantendo a média do ano anterior e, em alguns setores, até superando esses índices”, afirmou. Dentre os destaques, os procedimentos ambulatoriais somaram 1,9 milhão no primeiro trimestre e 2,1 milhões no segundo trimestre desse ano.

Atenção Básica

Na parte final da audiência, o secretário respondeu a questionamentos formulados pelo vereador Gaspar. Dentre eles, salientou que está em processo de licitação a aquisição de um concentrador de oxigênio para a rede e detalhou o processo de reestruturação das Policlínicas. “Agora, vamos concentrar todas as especialidades na Policlínica da Zona Norte. Inclusive, já estamos realocando serviços que funcionam no local para outros pontos, como a Farmácia Social, e reformando as salas para os novos procedimentos. Já a Policlínica da zona Sul vai abrigar novos serviços, como Centro de Referência ao Diabético e o Núcleo Acolher, que atende crianças vítimas de violência”, relatou.

Gelso também anunciou que a prefeitura vai implantar 31 Academias ao Ar Livre na cidade. “Haverá uma ao lado ou dentro de cada UBS. São recursos do Ministério da Saúde, que também fará repasses mensais de R$8 mil para a manutenção desses espaços”.

E lembrou que 15 novas unidades serão entregues pela administração municipal, até 2012, na área da Saúde. “São as 3 UPAs, na Vila Conceição, Vila Menk e Centro; mais duas Unidades de Saúde da Família, o Pronto Socorro do Jardim D´Abril, duas novas UBSs no Palmares e Helena Maria e 7 novos prédios para abrigar UBSs que hoje funcionam em prédios alugados”, enumerou.

O secretário encerrou sua participação na audiência afirmando que o processo completo de reestruturação da rede, visando priorizar a atenção básica, está sendo cumprido. “Hoje, nós trabalhos, primeiro, pela atenção básica, que é a promoção da saúde e da prevenção das doenças”, afirmou.

Além disso, verifique

Osasco realiza Fórum de Saúde Mental

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretária da Saúde, promoveu no dia 22 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.