Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início / Saúde / Emidio anuncia queda histórica…

Emidio anuncia queda histórica…

Em 2003, a taxa era de 16,8 óbitos a cada mil nascidos vivos. A nova estatística aponta queda em 35,1%, o que corresponde a 10,9

O prefeito de Osasco Emidio de Souza acompanhado do secretário de Saúde, Dr. Ewandro Ruck, anunciou que o município apresentou em 2011, o menor índice em mortalidade infantil da história de Osasco, 10,9 óbitos a cada mil nascidos vivos. A declaração foi feita durante entrevista coletiva em seu gabinete na tarde desta quarta-feira, 5 de setembro. O balanço foi realizado pelo Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados) e envolveu todos os municípios do Estado de São Paulo.

Para o município alcançar a menor taxa em mortalidade infantil da história de Osasco, 10,9, foram adotadas ações articuladas que envolvem desde o acolhimento da gestante na Unidade Básica de Saúde, o pós-parto até o acompanhamento da criança, prioritariamente, até um ano de vida. Em 2003, a taxa era de 16,8 óbitos a cada mil nascidos vivos. A nova estatística aponta queda em 35,1%.

Na ocasião, Dr. Ewandro afirmou que a conquista dessa queda histórica é o resultado de importantes e decisivas ações adotadas pela Secretaria da Saúde, como a criação do Comitê de Mortalidade Infantil, que estuda as causas que levaram ao óbito nas crianças com idade 0 a 28 dias. A partir dos resultados, a Secretaria investe na melhoria da atenção a gestante e seguimento da criança.

Foram apresentados avanços no Programa da Saúde da Mulher, com a implantação de protocolos a atenção do pré-natal e na assistência ao parto; e no Programa Saúde da Criança com as ações de promoção ao aleitamento materno e vigilância da criança de risco.

O Hospital e Maternidade Amador Aguiar também vem aprimorando a qualidade da assistência materno-infantil, tanto com adequação de recursos humanos como dos equipamentos. Todas essas ações articuladas pela Secretaria da Saúde possibilitaram a sobrevida de crianças cada vez menores, inclusive as de peso inferior a 1.500 gramas ao nascer.

A atuação da equipe do Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS) foi essencial para garantir a execução das ações. A meta da Administração é continuar com as ações de políticas públicas para atingir o coeficiente de 10 óbitos/1000 nascidos vivos.

“Esse resultado reflete o trabalho dos funcionários da saúde e os investimentos feitos pela Administração do prefeito Emidio em sua gestão. Esse grupo está envolvido com a sua administração para buscar um resultado ainda melhor”, afirmou Dr. Ewandro.

Por sua vez, o prefeito Emidio de Souza destacou que intensificou as ações na área da saúde desde 2005. “Nada em gestão pública acontece por acaso. Nossa ação é preventiva e se torna fundamental no acompanhamento da vida infantil. Aqui colhemos os frutos do trabalho desenvolvido pela equipe técnica da Secretaria de Saúde. O Gelso [ex-secretário] já me reportava o que vinha acontecendo. Essa luta é muita importante. Em breve vamos atingir um dígito e sempre buscaremos uma meta ainda melhor”, frisou o prefeito.

Emidio afirmou ainda que vai intensificar as cobranças junto à Sabesp, “por uma política mais agressiva de tratamento de esgoto e saneamento básico em Osasco”, que segundo o prefeito, ajudará ainda mais na redução da mortalidade infantil, tendo em vista a melhora na qualidade de vida.

Entre as autoridades presentes estiveram, o ex-secretário de saúde Gelso de Lima, o chefe de gabinete do prefeito José Pedro, a presidente do Fundo Social de Solidariedade Joana D´Arc, além dos secretários: Marinalva de Oliveira (Educação), Carlos Marx (Meio Ambiente), Luciano Jurcovichi (Cultura), Cristiane Dutra (Administração), Patrícia Dândalo (Assistência e Promoção Social), o presidente da CMTO, Paulo Arnoni, o ouvidor Vavá, o presidente da FITO, José Barbosa Coelho, o presidente do IPMO, Francisco Cordeiro e a Diretora de Comunicação Social Emília Cordeiro.

Também prestigiaram o evento o Comitê e Comissão de Mortalidade Materna Infantil, O SECRETÁRIO ADJUNTO DE Saúde, Mauricio Rosa; o superintendente do Hospital Municipal Central, Marcelo Ubirajara Carneiro; o diretor técnico do Hospital e Maternidade Amador Aguiar, Mario Sergio Santana e a diretora administrativa do Hospital e Maternidade Amador Aguiar, dentre outras autoridades.

Além disso, verifique

Osasco realiza Fórum de Saúde Mental

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretária da Saúde, promoveu no dia 22 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.