Início / Meio Ambiente / Emidio inaugura Centro de Referência em Reciclagem em Osasco

Emidio inaugura Centro de Referência em Reciclagem em Osasco

O prefeito de Osasco, Emidio de Souza, inaugurou na segunda-feira, dia 3 de outubro, o Centro de Referência em Reciclagem de Resíduos Sólidos da Construção Civil e Demolições (CRCD), na rua Alexandre Jelmayer de Mello, 262, no bairro Portal D’Oeste. O objetivo do Centro é apresentar soluções adequadas na gestão e no manejo dos resíduos sólidos, principalmente os oriundos da construção civil e demolições descartados de modo inadequado no meio ambiente.

O Centro terá como finalidade também prestar serviços de consultoria, formação, gestão e treinamento em implantações de Usinas de Reciclagem de Entulho, com a finalidade de orientação adequada sobre a aplicabilidade dos agregados gerados.

A construção do Centro – que conta com um auditório com capacidade para 30 pessoas e está equipado para recepcionar, orientar visitantes e promover seminários -, foi possível devido à parceria entre o Instituto Ágora Cidadania (INAC) e a Fundação Banco do Brasil, bem como a Prefeitura de Osasco, por meio da UreOsasco (Usina de Reciclagem de Entulhos de Osasco), que disponibiliza o espaço para visita monitorada e estudo prático, além de usufruir da expertise dos profissionais da CRCD.

O Centro ainda dispõe de material técnico e educativo (cartilhas), além de recursos audiovisual, digital e gráfico, para melhor atender estudantes de ensino infantil, fundamental e médio; empresas privadas; escolas técnicas, universidades; fundações, organizações do terceiro setor, construtoras, gestores públicos e privados e demais atores sociais que se interessem em obter informações técnicas.

O coordenador do local, o engenheiro sanitarista e ambiental Rafael Filgueira explicou o funcionamento da unidade. “O CRCD será um pólo de disseminação de ideias na área de reciclagem de entulho. Será um espaço destinado à educação ambiental, pesquisa e análise laboratorial para a utilização do material triado e reciclado. Trabalharemos também com o material de consultoria de implantações de usinas, já que, com a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, todos os municípios deverão dar a destinação correta aos seus resíduos. A inovação se dá ao alcançamos a gestão mista. Temos o apoio da Prefeitura de Osasco – o Poder Público – da Fundação Banco do Brasil – setor privado que nos subsidia – e o INAC”, comentou.

O presidente do INAC, Carlos Roberto Leal, falou sobre a missão do Instituto. “Esperamos que todos possam contribuir para as ações de reciclagem de resíduos sólidos da construção civil e demolições nos seus municípios de origem. E que, mediante tais ações, haja geração de trabalho e renda, diminuição no custo público na aquisição de material para obras de construção civil, diminuição na extração de material virgem de origem mineral, ampliação da vida útil de aterros sanitários, redução de vetores causadores de doenças endêmicas, redução de enchentes, bem como minimização do impacto ambiental negativo nas comunidades locais”, avaliou.

De acordo com o secretário de Serviços e Obras de Osasco, Waldyr Ribeiro Filho, a UreOsasco, que serve de referência para o Centro, recicla aproximadamente 200 toneladas de material residual de construção civil por dia, sendo 100 delas reprocessadas e reutilizadas nas obras públicas, fator que consequentemente reduz os gastos e gera menor impacto ao meio ambiente. “A administração do prefeito Emidio tem investido muito na reciclagem de entulhos em sintonia com a legislação que trata da sustentabilidade. Com a reciclagem, temos experiências interessantes em Osasco, como: construção de passeios, reformas de praças, guias, sarjetas e bases para pavimentação de ruas. Compramos pouca areia, pedra e pedrisco porque cerca de 90% do material reciclado na UreOsasco é utilizado. O Centro coroa nossa gestão pois servirá de local de estudos para todo Brasil”, reforçou.

O presidente da Fundação Banco do Brasil, Jorge Alfredo Streit; o presidente da Câmara de Osasco, Aluísio Pinheiro; e os deputados estaduais, Luiz Claudio Marcolino e Marcos Martins, também destacaram o comprometimento da Prefeitura de Osasco em abrigar o Centro, parabenizaram a ousadia do prefeito Emidio por cuidar de um assunto ambiental tão importante e elogiaram o pioneirismo da cidade em auxiliar outros municípios brasileiros a pensarem em soluções para resíduos sólidos.

Por fim, Emidio defendeu a importância de trabalhar focado na inovação e na gestão desafiadora. “O problema do entulho se tornou gigantesco nas cidades. Demos um passo importante com a criação da UreOsasco em 2008. A partir do Centro, poderemos estudar soluções e saberemos o que fazer com os resíduos, como dinamizar o trabalho e gerar renda, além de trocarmos experiências e proporcionarmos avanços nas tecnologias sociais. A cidade aos poucos vai se acostumando e incorporando o conceito de responsabilidade ambiental”, disse, assegurando que pretende estender a parceria e por isso encaminhou à Fundação Banco do Brasil um projeto da Secretaria de Desenvolvimento Trabalho e Inclusão (SDTI) de Osasco sobre a destinação de resíduos eletrônicos.

Mais informações sobre agendamentos de visitas ao CRCD podem ser obtidas no site www.inac.org.br/crcd. O Centro funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h. O telefone para contato é 2801-8601.

Também prestigiaram o evento os secretários municipais o Carlos Marx (Meio Ambiente), Sandra Faé (interina – Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão); os vereadores Valmir Prascidelli (líder do prefeito na Câmara), Cláudio da Locadora e João Góis; o gerente de Parcerias, Articulações e Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil, Jefferson D’Avila de Oliveira; o gerente do Banco do Brasil agência Osasco, José Eduardo; o gerente de relacionamento do Banco do Brasil, Cadu Mangolin; Gilmar Carneiro, do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e Nilson Tadashi, diretor de Empreendedorismo, Trabalho e Renda da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo da Prefeitura de São Bernardo; dentre outras autoridades.

Além disso, verifique

GCM de Osasco prende cinco homens por crime ambiental

A Guarda Civil Municipal de Osasco (GCM) prendeu cinco homens em flagrante por crime ambiental. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.