Início / Manchetes / Emidio propõe a criação de uma Câmara Técnica para acompanhar os cronogramas da Sabesp

Emidio propõe a criação de uma Câmara Técnica para acompanhar os cronogramas da Sabesp

605 - Leandro Palmeira (1)A segunda reunião da Frente de Prefeitos da região Oeste com diretores da Sabesp aconteceu nesta quarta-feira em Barueri

Na manhã desta quarta-feira, 28 de outubro, foi realizada na Câmara Municipal de Barueri, a segunda reunião entre os prefeitos da região Oeste com o presidente da Sabesp e diretores da companhia. A primeira reunião aconteceu no último dia 20, em Osasco, quando foi criada uma Frente de Prefeitos que tem por objetivo o acompanhamento em conjunto dos investimentos e os serviços prestados pela Sabesp, empresa do governo do Estado responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgoto em todas as cidades da região.

605 - Leandro Palmeira (2)O encontro desta quarta-feira contou com as presenças dos prefeitos Rubens Furlan, de Barueri; Emidio de Souza, de Osasco; Sérgio Ribeiro, de Carapicuíba; Bráz Paschoalin, de Jandira, Ruth Banholzer, de Itapevi; José Carlos Alves (Bananinha), de Pirapora do Bom Jesus; do secretário de Planejamento, Roberto Ignatius, representante do prefeito Silvinho Peccioli, de Santana de Parnaíba; e do presidente da Sabesp, Gesner de Oliveira, além de outros diretores da empresa.

Como foi afirmado na primeira reunião em Osasco e reiterado em Barueri, os prefeitos resolveram criar esta Frente a partir do momento em que os chefes do Executivo da região foram responsabilizados pela rede Globo de Televisão pela poluição do rio Tietê. “A partir de agora, não vamos agir mais isoladamente. Como todos sabem, a Sabesp nunca cumpriu com os seus compromissos e metas de serviços na região e não é justo que, nós os prefeitos, ficássemos perante a opinião pública como os culpados pela sujeira que está matando o rio Tietê. A partir de agora, vamos cobrar, em conjunto, que a empresa nos mostre os seus investimentos, como também o cumprimento de todos os cronogramas das obras que fazem parte do contrato de concessão”, disse Furlan.

605 - Leandro Palmeira (3)Emidio confronta dados da empresa

Após uma apresentação dos planos de investimentos e de metas para a região, feita pelo presidente Gesner de Oliveira, todos os prefeitos falaram dos problemas que suas cidades enfrentam. Apesar de apresentar um voto de confiança ao presidente Gesner, todos os prefeitos foram unânimes em afirmar que o maior problema da região Oeste é a falta de investimento em saneamento básico e o não cumprimento das metas estabelecidas pela Sabesp.

605 - Leandro Palmeira (4)Após agradecer a acolhida em Barueri e a presença dos demais colegas, o prefeito Emidio de Souza confrontou os dados oficiais da Sabesp, apresentados pela própria empresa e que, segundo ele, não batem com a realidade dos serviços prestados na região Oeste. “Nos 366 municípios paulistas atendidos pela Sabesp, a empresa alega que trata 72% do esgoto e 42% nas cidades da região Oeste. Eu não sei onde estão esses 42% de esgotos da região que estão sendo tratados. Também, conforme o balanço da empresa, em 2008, a Sabesp obteve um faturamento de R$ 6,4 bilhões e um lucro líquido de mais de um bilhão de reais. Então, com todo esse faturamento, esperamos que o cronograma para a região Oeste seja antecipado e os serviços realizados num menor espaço de tempo, pois, não adianta a empresa investir como investiu no rio Tietê, no trecho da Capital, sendo que isso em nada favoreceu a nossa região”, enfatizou Emidio.

605 - Leandro Palmeira (5)Para que os prefeitos possam acompanhar todos planos de investimentos e os cronogramas de serviços da Sabesp na região, o prefeito de Osasco sugeriu também que fosse criada uma Câmara Técnica Permanente de Acompanhamento, proposta que foi aceita de imediato por todos os prefeitos. “Como já foi destacado pelo prefeito Furlan, os prefeitos fazem a sua parte na questão de política ambiental, como as coletas de lixo, algumas cidades já tem a coleta seletiva, outras até usina de reciclagem de entulho, como Osasco. Sendo assim, não podemos ser cobrados como os responsáveis pela poluição do rio Tietê, uma vez que a Sabesp tem a concessão dos serviços de água, coleta e tratamento de esgoto e, como sabemos, nunca conseguiu cumprir as metas estabelecidas. Com essa Câmara Técnica, formada por técnicos de todas as prefeituras, vamos ter condições de acompanhar a execução das obras e cobrar aquilo que não for cumprido conforme o cronograma”, destacou Emidio.


605 - Leandro Palmeira (6)Compromisso de antecipação das metas

O presidente Gesner de Oliveira se comprometeu em antecipar para 2012 as metas estabelecidas anteriormente para 2018. Conforme estava estabelecido, a Sabesp tinha planos de chegar a 100% de esgoto tratado em todas as cidades da região até 2018, sendo para isso necessário a construção de coletores troncos e outras obras em todas as cidades para levar o esgoto até a Estação de Tratamento, instalada em Barueri no início dos anos 80. Inclusive, após a reunião na Câmara Municipal, os prefeitos, técnicos e a imprensa fizeram uma visita a esta ETE que, curiosamente, está instalada há tantos anos em Barueri, mas não trata nem 7% de esgoto da região Oeste.

Mas, conforme afirmou Gesner de Oliveira, com esse trabalho em conjunto entre a empresa e as prefeituras, essas metas serão antecipadas para 2012. “Não podemos garantir que serão os 100%, cuja meta pretendemos atingir até 2018. De 2007 a 2010, vamos dobrar o valor do investimento e, com isso, estamos revendo todas as nossas metas. Portanto, a empresa se compromete que até 2012, vamos chegar a 65% de esgoto tratado em toda a região Oeste”, disse Gesner de Oliveira.

Próxima reunião

Entusiasmado com a proposta do prefeito Emidio para se criar a Câmara Técnica de Acompanhamento, o prefeito Furlan sugeriu que a próxima reunião já possa acontecer na semana que vem na cidade de Santana de Parnaíba para tratar da criação deste órgão. “Achei excelente a ideía proposta pelo prefeito Emidio e vamos agora conversar com o prefeito Silvinho Pecciolli para marcar o dia da próxima reunião e dar início à criação desta Câmara Técnica. Até hoje tratamos a Sabesp com muito respeito e cordialidade. Vamos acompanhar de perto todos esses cronogramas, acreditamos na palavra do presidente, mas, se as obras não forem realizadas dentro do prazo estabelecido esse tratamento poderá mudar”, disse Furlan.

Estiveram presentes também em Barueri, os secretários de Osasco Jorge Lapas (Governo); Waldyr Ribeiro (Obras); Delcides Regatieri (Coordenadoria de Combates às Enchentes); Luciano Jurcovichi (Chefe de Gabinete do Prefeito) e Emilia Cordeiro, (Diretora de Comunicação), além dos vereadores Valmir Prascidelli, Aluisio Pinheiro, Rubinho Bastos, João Gois, Valdomiro Ventura, Eduardão, Rogério Lins, Josias da Juco, Cláudio da Locadora; entre outras autoridades.

Além disso, verifique

Prefeitura de Osasco entrega Bases Comunitárias Móveis

Nesta quarta-feira, 5, às 11 horas, o prefeito de Osasco, Emidio de Souza, entrega para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.