Início / Geral / Experiências de Osasco no Protejo são reunidas em livro

Experiências de Osasco no Protejo são reunidas em livro

Projeto atendeu cerca de 400 jovens moradores de áreas de alta vulnerabilidade social, durante 1 ano, com atividades educacionais e de pesquisa de campo. Lançamento da publicação faz parte da programação dos 49 anos de Osasco

As experiências envolvendo o Protejo (Proteção de Jovens em Território Vulnerável), ação que faz parte do Pronasci (Programa Nacional de Segurança com Cidadania), do Ministério da Justiça, em Osasco, deu origem ao livro “Juventude e Segurança: Protejo Osasco”, lançado na tarde desta terça-feira, dia 22 de fevereiro, como parte das comemorações dos 49 anos de emancipação político-administrativa da cidade.

O projeto foi realizado por 12 meses, entre fevereiro de 2009 e fevereiro de 2010, atendendo cerca de 400 jovens dos bairros: Jardim Conceição, Jardim Padroeira, Jardim Baronesa e Portal D´Oeste em ações de formação e inclusão social, envolvendo aulas de informática básica e também pesquisas de campo em seus locais de moradia, visando não só evitar que eles se tornassem vítimas da violência urbana e doméstica como também mudar sua postura diante da sociedade, ajudando a alterar a realidade do local em que vivem.

As ações foram realizadas por meio de uma parceria entres as secretarias municipais de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI) e Administração, e a Guarda Civil Municipal (GCM), com apoio do CEPEDOC (Centro de Estudos, Pesquisa e Documentação em Cidades Saudáveis) e seus principais resultados, além do trabalho realizado pelos jovens, orientados por educadores, em seus bairros, estão reunidos na publicação.

O lançamento, realizado no auditório da Escola de Artes, foi aberto pela coordenadora do Programa de Juventude da SDTI, Marisa Campos, que apresentou um panorama geral do Protejo em Osasco.

Em seguida, Juan Aneiros Fernandez, do CEPEDOC, falou sobre a parceria. “Para nós, foi um orgulho e uma honra ter feito parte desse trabalho, desenvolvido por um grupo que investiu tanto em quantidade como em qualidade”, disse.

Em seguida, o secretário de Administração, Paulo Fiorilo, lembrou que trabalhos como este devem se proliferar. “Por isso, vamos continuar lutando, junto ao Ministério da Justiça, para que ele tenha continuidade. E, além disso, colocamos à disposição de todas as outras secretarias da prefeitura o veículo do Protejo, que pode ser utilizado nas mais variadas atividades, principalmente nas de formação”, explicou, referindo-se a uma van adaptada utilizada pelos jovens para fazer os registros em vídeo e edição do trabalho de campo realizado nos bairros.

Já Pedro Aguirre, representante do Ministério de Justiça, afirmou que os trabalhos da pasta estão passando por reformulações antes da definição da continuidade do Protejo. Ele também elogiou o trabalho realizado na cidade. “Osasco desenvolveu um Protejo vitorioso, importante em nível nacional, pois assumiu esse trabalho como prioridade, destacando a ele seus melhores profissionais e os melhores projetos pedagógicos”, afirmou.

A secretária de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão, Dulce Helena Cazzuni, ressaltou a importância do trabalho realizado em parceria, principalmente com a GCM, e falou da importância do Protejo na vida de todos os envolvidos. “Esse foi um trabalho que trouxe muita riqueza para todos nós. Então, nesse livro, não trazemos um manual passo a passo de como implantar o programa, mas sim seu desenvolvimento a partir das dificuldades que tivemos, e com as quais aprendemos, os ajustes que foram feitos e ainda as experiências dos jovens e dos educadores. Mesmo que o Protejo mude, vamos continuar batalhando por sua continuidade, pois os jovens que passaram por ele saem muito mais questionadores, inclusive para cobrar o poder público, mas com certeza também sabem, agora, contribuir para uma cidade melhor”, finalizou.

Também participaram do evento o secretário municipal de Cultura, Luciano Jurcovichi, o comandante da GCM, Gilson Menezes, a secretária-adjunta de Administração, Cristiane Dutra, e a diretoria de RH da secretaria, Regia Sarmiento, dentre outras autoridades.

Além disso, verifique

Prefeito Jorge Lapas cria canal permanente de diálogo com a juventude de Osasco

Em um “papo reto”, como ele mesmo classificou, com jovens da cidade, foi criada uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.