Início / Serviços Públicos / GCM / GCM de Osasco colabora com prisão de homem que abusava sexualmente de duas crianças

GCM de Osasco colabora com prisão de homem que abusava sexualmente de duas crianças

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Osasco atuou de maneira decisiva na prisão de um pedreiro de 65 anos acusado de ter abusado sexualmente de duas crianças de 7 e 9 anos. O caso aconteceu no dia 20 de janeiro, na rua Sacerdote Isaac, 19, no Jardim Conceição.

De acordo com relatos da GCM de Osasco Ana Paula Ferreira, ela foi chamada por volta das 11h30 para atender uma denúncia de S.M.S, uma segurança de 39 anos. Segundo a GCM, S. acusava F.I.S., um pedreiro de 65 anos, de ter abusado sexualmente de seu filho, L.F.A., um menino de 9 anos.

Em depoimento à polícia, L. contou que ficava na casa de F. e sua esposa – também sua cuidadora – M.R.S., dona de casa de 43 anos, e certo dia começou a ser abusado pelo marido dela. A mãe do garoto disse também em depoimento que trabalhava de dia e deixava o filho com o pedreiro e sua esposa. Ela disse ter estranhado quando o garoto comentou que não queria ficar mais na casa do homem, mas também se negava dizer o motivo pelo qual não queria permanecer lá.

Na delegacia, a esposa do pedreiro disse aos policiais perceber que, quando se ausentava, seu marido chamava outras crianças para dentro de sua casa e comprava balas para agradá-las. A mulher de F. ainda informou que alguns dias atrás estava deitada, se recuperando de uma cirurgia, quando se dirigiu ao quarto de sua filha e viu T.O., uma menina de 7 anos, deitada na cama. Ela disse ter certeza que seu marido estava no quarto com a garota, mas quando ele foi questionado, disse a ela que a jovem havia pulado a janela para brincar com ele.

Procurada pelos guardas, a mãe da menina, D.A.O., uma cantora de 35 anos, foi encontrada e também compareceu à delegacia para prestar depoimento. Ela disse não ter tido conhecimento dos fatos, pois a garota permanecia parte do dia com a avó, em outra casa, e disse ainda que a menina esta sob a guarda do bisavô, que não pôde ir à delegacia por motivos de saúde.

A garota de 7 anos confirmou em depoimento que F. lhe oferecia doces e também a chamava para ir até a casa dele, onde passava a mão em todo o corpo dela. Segundo relatos da jovem, ele ainda teria abusado de outras duas meninas, S. e E.

O caso foi encaminhado para o 2º Distrito Policial, no Jardim Helena Maria. Após o depoimento das vítimas e das testemunhas, a delegada Rosângela Máximo da Silva indiciou o pedreiro pelo crime de estupro de vulnerável, delito previsto no artigo 217-A, do Código Penal Brasileiro. A polícia ainda investiga o caso e está à procura das outras duas meninas apontadas por T em depoimento.

A delegada determinou que as crianças passassem pelo exame sexológico no Hospital Perola Baygton, onde se confirmou o abuso. Mesmo com o trauma, as crianças passam bem. O homem detido permanece na Cadeia Pública de Osasco à disposição da Justiça. Se condenado, F. pode pegar pena de 8 a 15 anos de reclusão.

Além disso, verifique

GCM de Osasco e Polícia Militar apreendem jovens em assalto no bairro Vila Yara

Na terça-feira, 14 de maio, a GCM de Osasco (Guarda Civil Municipal), com o apoio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.