Início / Saúde / I Fórum de Vigilância Sanitária da Região acontece em Osasco

I Fórum de Vigilância Sanitária da Região acontece em Osasco

Nos dias 7 e 8 de novembro, o município de Osasco sediou um importante evento na área de Vigilância em Saúde: o I Fórum de Vigilância Sanitária da Região, que contou com palestras, discussões, debates com profissionais renomados na área e um café com pôster. O evento, que aconteceu no Centro de Formação de Professores, foi uma realização do Grupo Técnico de Vigilância Sanitária Estadual em parceria com a Secretaria de Saúde de Osasco, por meio do Departamento de Saúde Publica e Vigilância Sanitária (VISA), além do Núcleo de Educação Permanente da Região dos Mananciais e Rota dos Bandeirantes.

Dentre os objetivos principais do evento estavam promover reflexão sobre processo de trabalho em Saúde Pública no SUS, com ênfase na singularidade da VISA e integralidade de suas ações; contribuir para a definição de diretrizes propostas para o planejamento e organização do trabalho nas Vigilâncias Municipais e Estadual; e compartilhar experiências e conceitos entre usuários, técnicos e gestores.

O Fórum contou com a participação de cerca de 300 pessoas entre profissionais da área, representantes de conselhos municipais de saúde e órgãos como o PROCON e Ministério Público dos municípios que compõe a Região dos Mananciais (Cotia, Embu, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista) e Rota dos Bandeirantes (Barueri Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Osasco Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba).

Foram realizadas ainda palestras com os temas “A VISA no contexto do SUS”, Ana Maria Figueiredo de Souza, assessora técnica da Prefeitura de São Bernardo do Campo; “A VISA e o trabalho integrado de Vigilância em Saúde”, Maria Aparecida Zaparolli, diretora do CVE X Osasco; “Os desafios na gestão de VISA”, com Sonia Maria Levy Alvarez, assistente técnica do GVS X Osasco; “Direito Sanitário – O Poder e o campo de atuação da VISA”, com Fernando Aith, do Centro de Estudos e Pesquisas de Direito Sanitário/ Faculdade de Saúde Pública; e “Proteção a Cidadania: Interface com outros órgãos”, com Isabel Lellis de Andrade Morais. Na ocasião, representantes dos municípios presentes apresentaram os trabalhos da Vigilância Sanitária, partilhando suas experiências com os participantes.

Lia Sakiko Nakaie, diretora do Grupo de Vigilância Sanitária (GVS) X Osasco, órgão organizador, agradeceu a todos que colaboraram para a realização do evento que foi um marco na história da região. “No evento pudemos promover uma reflexão sobre a prática dos trabalhadores da VISA, o campo de atuação, a integração intersetorial e a troca de experiências de modo que seus atores possam repensar o processo de trabalho e apontar novas perspectivas dentro da realidade municipal”, argumentou.

Para o secretário de saúde, Gelso de Lima, a Vigilância Sanitária é um dos setores mais complexos da Saúde, já que lida diretamente com aspectos importantes na vida da população, como alimentação, meio ambiente e higiene. “A realização do I Fórum é uma iniciativa fantástica na região, que refletirá na qualidade da prestação de serviços em vigilância em saúde nos municípios envolvidos”, destacou. Além disso, ele comentou sobre a credibilidade que a VISA do município de Osasco possui, sendo um órgão de referência e de reputação ilibada para a população e outros órgãos públicos.

De acordo com Marta Cristina Camillo, coordenadora técnica do VISA de Osasco, o Fórum foi um espaço onde as Vigilâncias Sanitárias da região puderam discutir e trocar experiências de trabalho, visando prevenção e proteção à saúde da população. “Este foi o primeiro espaço que tivemos na região que nos reunimos para discutir o trabalho buscando o aprimoramento na qualidade de nossos serviços”, finalizou.

Também prestigiaram o evento Marcos Boulos, diretor da Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD); Maria Cristina Megid, diretora do Centro de Vigilância Sanitária (CVS); Ana Freitas Ribeiro, diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE); Iramaia Aparecida Luzivoto Colaiacovo, diretora do Departamento Regional de Saúde (DRS) 1; Sandra Magali Fihlie Barbeiro, secretária de saúde de Embú das Artes e representante do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) Região dos Mananciais; Simone Augusta Monteaperto, secretária de saúde de Carapicuíba e representante do Cosems Rota dos Bandeirantes.

Além disso, verifique

Osasco realiza Fórum de Saúde Mental

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretária da Saúde, promoveu no dia 22 de …

um comentário

  1. enochio delfino

    quero uma autorização de traslado de ossada de um cemiterio para outro cemiterio,quem dava ante a autorização era o distrito policial mais perto ,agora o distrito policial alegar, q quen da autorização é a vigilancia santitario,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.