Início / Geral / Mais 198 famílias são retiradas de área de risco em Osaso

Mais 198 famílias são retiradas de área de risco em Osaso

184 - José Barbosa (2)Elas viviam sob as torres de alta tensão do Jardim Aliança e agora estão no empreendimento Flor de Jasmim, do Minha Casa, Minha Vida. Prefeito Jorge Lapas acompanhou a mudança

O prefeito Jorge Lapas acompanhou, na manhã da segunda-feira, 11 de março, as mudanças de 185 famílias que viviam em uma área de risco, sob as torres de alta tensão da AES Eletropaulo, no Jardim Aliança. Elas agora vivem em apartamentos do conjunto residencial Flor de Jasmim, obra construída com recursos do governo federal, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, no Jardim Belmonte, a partir de ações promovidas pela administração municipal.

Outras 13 famílias também foram retiradas da área e passaram a ser atendidas por programas sociais, como bolsa aluguel, por não se enquadrarem nos requisitos do programa Minha Casa Minha Vida.

Com isso, 198 famílias deixaram a favela e agora vivem em moradias dignas. Já os antigos barracos foram derrubados e a área, pertencente à AES Eletropaulo, será murada pela própria companhia, a pedido da prefeitura, que também vai abrir uma rua no local.

“Hoje, é um dia de vitória para esses moradores, que deixam de viver debaixo da rede elétrica, em condições precárias, e ganham a oportunidade de começar uma nova vida. Isso mostra que o governo federal e a prefeitura dão uma resposta à questão da moradia digna”, afirmou Lapas.

Josefa Quitéria, mãe 4 filhos, morava na favela há 6 anos e não escondeu a alegria ao ver sua mudança sobre o caminhão, que também foi cedido pela prefeitura para transporte dos pertences das famílias. “Aqui, meus filhos tinham medo da chuva, dos ratos e das baratas. Por mais que a gente limpasse, esses bichos sempre apareciam. Agora, vou para um lugar digno, onde poderei cuidar deles. Hoje, é um dia maravilhoso para todos nós”, comparou.

O residencial Flor de Jasmim é formado por 420 unidades habitacionais. O empreendimento é o primeiro do programa Minha Casa, Minha Vida, na cidade, destinado a famílias com renda mensal entre 0 e 3 salários mínimos.

Sua construção permitiu acabar com outro grave problema habitacional da cidade. Também se mudaram para o local, no último dia 10, 80 famílias sem sem-teto que viviam no acampamento Carlos Lamarca, no Jardim Conceição, há mais de 10 anos, ocupando uma área que foi desapropriada pela prefeitura e agora vai dar lugar a um equipamento público, para uso de toda a comunidade.

Os apartamentos atendem ainda 40 famílias da área CK, do Jardim D’Ávila e outras 80 que atualmente estão amparadas pelo Bolsa Aluguel, além de famílias cadastradas no Minha Casa, Minha Vida.

A prefeitura incentiva a vinda de empreendimentos do Minha Casa Minha Vida, para essa faixa de renda, à cidade por meio da isenção de ISS e ITBI, dentre outros benefícios.

Além disso, verifique

Prefeito Jorge Lapas cria canal permanente de diálogo com a juventude de Osasco

Em um “papo reto”, como ele mesmo classificou, com jovens da cidade, foi criada uma …

um comentário

  1. moradores do novo osasco

    Belissimo condominio feito pela prefeitura. Infelizmente o local já está tomado por traficantes, lixo, entulho e assaltos no comércio local. Nosso bairro era muito tranquilo antes da inauguração do Flor de Jasmim. Agora, temos medo de voltar para casa após o trabalho, pois nossos vizinhos estão sendo assaltados pelos usuários de drogas que estão rondando o condomínio. Nossa rua (via transversalsul) tem fila de carros importados, motos e até taxi, em busca de Drogas que é comercializada livremente no muro do condominio, ao lado da própria portaria do prédio, e ao lado das crianças que esperam o onibus escolar. A prefeitura e o Governo Federal deram moradia Digna a pessoas de bem, mas também beneficiou bandidos e o tráfico de Drogas. Quem saiu perdendo fomos nós, moradores do Novo Osasco, que perdemos nossa rua, nosso bairro, e a segurança que tinhamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.