Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início / Meio Ambiente / Meio Ambiente de Osasco leva projeto “Bairro Ecológico” ao Centro

Meio Ambiente de Osasco leva projeto “Bairro Ecológico” ao Centro

226 - Leandro Palmeira (1)Evento, realizado no auditório do Senac, faz parte da programação da Semana da Água

Como parte da programação da Semana da Água 2013, a Secretaria de Meio Ambiente de Osasco promoveu, na noite de quinta-feira, dia 21 de março, no auditório do Senac, o lançamento do projeto “Bairro Ecológico” no Centro.

A iniciativa busca reunir parcerias entre moradores e comerciantes para desenvolver, na região, o projeto “Bairro Ecológico”, que já acontece em Presidente Altino e envolve uma série de ações ambientais, descarte correto de resíduos sólidos e a elevação dos índices de coleta e tratamento de esgoto, além de programas já desenvolvidos pela secretaria, como o Biodiesel e o de arborização.

“Queremos formar uma grande rede social comprometida com essas questões, incluindo a adesão dos comerciantes, já que essa região abriga o maior pólo comercial da cidade. Vamos envolver todos na melhoria ambiental”, afirmou o secretário Carlos Marx.

Segundo ele, embora as ações sejam variadas, elas têm como foco a educação ambiental focada nas mudanças climáticas. “Esse é um fenômeno planetário, mas cada cidadão tem que fazer a sua parte para enfrentar esse problema. São medidas que vão desde o descarte correto do óleo de cozinha usado até a arborização. Todas são formas de contribuir com essa questão”, enumerou.

Nesse sentido, um dos projetos destacado por ele foi o Biodiesel, que faz a coleta de óleo de cozinha usado e sua destinação para ser usado na produção de combustível. “Hoje, temos 700 pontos de coleta espalhados pela cidade e recolhemos cerca de 5 mil litros de óleo por mês. Há ONGs que também fazem esse trabalho. Mas o importante é que todo esse material deixa de ser jogado na rede de esgoto, evitando a poluição”, lembrou.

Ainda nesse sentido, representantes da Sabesp falaram da importância de não jogar o óleo usado em ralos, pias ou vasos sanitários. Esse material é o principal responsável pelo entupimento da rede esgoto, o que pode causar inclusive alagamentos, que são registrados com maior freqüência na região central. Somente no Calçadão, segundo a empresa, 90% dos casos de obstrução da rede são causados por gordura e a companhia investe, mensalmente, R$80 mil mensais para fazer a desobstrução de toda a rede, que envolve 12 estações elevatórios na cidade.

Ainda na região central, foi destacado o projeto de despoluição do córrego Bussocaba. Ele está em andamento há 3 anos, envolvendo principalmente o tratamento do esgoto antes do despejo no local. Nesse período, o índice de poluição das águas foi reduzido em 50%.

Além disso, verifique

GCM de Osasco prende cinco homens por crime ambiental

A Guarda Civil Municipal de Osasco (GCM) prendeu cinco homens em flagrante por crime ambiental. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.