Início / Saúde / Osasco firma convênio com Ministério da Saúde para mais 7 UBSs e 1 UPA

Osasco firma convênio com Ministério da Saúde para mais 7 UBSs e 1 UPA

Unidades Básicas de Saúde vão substituir as que funcionam em prédios alugados, enquanto UPA será construída na região central, permitindo que Hospital Central seja transformado em unidade de retaguarda da rede. Representando prefeito Emidio, secretario Gelso de Lima assinou convênio com o ministro Alexandre Padilha, em evento realizado no último sábado, em Carapicuíba

Representando o prefeito de Osasco, Emidio de Souza, o secretário de Saúde da Prefeitura de Osasco, Gelso de Lima, assinou no último sábado, dia 20 de agosto, convênios com o Ministério da Saúde para repasses de recursos destinados à construção de 7 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e de 1 UPA (Unidade de Pronto-Atendimento 24 horas) na cidade.

O evento foi realizado na cidade de Carapicuíba, envolveu repasses para outras 7 cidades da região, e contou com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, dentre outras autoridades. As verbas são provenientes do PAC 2 (2ª fase do Programa de Aceleração do Crescimento, do governo federal)

Para a construção das 7 UBS, Osasco vai receber recursos de R$1,66 milhão. De acordo com o secretário Gelso, elas vão substituir unidades que hoje funcionam em prédios alugados nos bairros do Helena Maria, Presidente Altino, Jardim Bonança, Vila Isabel, Vila dos Remédios, Vila Yara e Santa Maria. “Além de garantirmos prédios próprios a essas unidades, vamos garantir melhor atendimento à população, já que elas vão contar, inclusive, com condições de acessibilidade”, afirma.

Já a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento),com recurso de R$1,6 milhão, será construída na região central da cidade. “Com isso, poderemos transformar o Hospital Municipal Central em unidade de retaguarda para toda a rede”, completa o secretário.

Exemplo de Osasco

No evento, o deputado estadual Marcos Martins, lembrou que o ministro é um defensor do SUS. “E, na Assembleia Legislativa, também estamos lutando para fazer essa defesa no Estado de São Paulo. Também estou aqui para pedir o apoio do ministro Padilha para conseguirmos, junto ao governo do Estado, a implantação de um centro oncológico aqui na região”, disse.

O deputado João Paulo Cunha, por sua vez, lembrou que o setor da Saúde é um dos mais difíceis da administração pública, mas em todo o Brasil vem acumulando conquistas por meio do governo federal. “Conseguir dar passos largos, nessa área, é feito de grandes homens. O Padilha tem muitas virtudes, mas a maior delas é ser um trabalhador. O time todo da presidenta Dilma é de gente trabalhadora e o Padilha é o capitão desse time”, afirmou.

Também durante o evento, o ministro afirmou que todas as unidades vão seguir um modelo padrão de construção e que o objetivo do governo federal, em investir nesse setor, é levar a Saúde para mais perto da população.

“Para enfrentar os problemas de saúde do País, escolhemos prioridades. E começamos pelas UBS porque a saúde tem que estar onde as pessoas vivem. Esses são projetos padrões. Não é um postinho pequenininho, porque o povo merece um SUS de qualidade, que esteja perto das casas das pessoas”, afirmou.

Quanto às UPAs, Padilha disse que o deputado federal João Paulo Cunha teve um papel fundamental para que as cidades da região fossem contempladas. “O critério de concessão das UPAs excluía as cidades da região. João Paulo foi à Dilma, que ainda era ministra da Casa Civil, e explicou esse problema. Assim, conseguimos mudar esse critério e contemplar as cidades”, relatou.

O ministro afirmou ainda que dois projetos que conheceu em Osasco – o Programa de Atendimento Familiar (que leva atendimento multidisciplinar a pacientes acamados) e o Academias ao Ar Livre (com equipamentos de ginástica, em locais públicos, para prática esportiva pela população) – hoje são bandeiras do Ministério da Saúde e estão sendo levadas a outras cidades. “No caso do atendimento domiciliar, demos no nome, no ministério, de Hospital Lar. Vamos oferecê-lo para garantir atendimento às pessoas que podem fazer tratamentos em casa. Já para as academias ao ar livre, que também vi em Osasco, estamos com o processo de seleção abertos e recebendo os projetos das cidades interessadas”, completou.

Também prestigiaram o evento a deputada federal Bruna Furlan, o deputado estadual Isac Reis e os prefeitos Carlão Camargo (Cotia), Anabel Sabatine (Jandira), Koiti Uramatsu (Ibiúna), João Carlos Alves (Pirapora do Bom Jesus), Evilásio Cavalcanti (Taboão da Serra) e Zezinho Bressane (Francisco Morato), além dos secretários da Saúde de Carapicuíba, Simone Marques, e de Santana de Parnaíba, Tales Garcia dos Santos, dentre outras autoridades.

Além disso, verifique

Osasco realiza Fórum de Saúde Mental

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretária da Saúde, promoveu no dia 22 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.