Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início / Geral / Prédio abandonado é lacrado no Jardim Sindona – Osasco

Prédio abandonado é lacrado no Jardim Sindona – Osasco

Uma operação especial da Prefeitura de Osasco, envolvendo agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) e funcionários da Secretaria de Segurança e Controle Urbano (Secontru) e da Secretaria de Promoção e Assistência Social (SAPS), com apoio da Polícia Militar (PM), envolveu o lacre de um prédio abandonado na rua Dona Blandina Ignez Júlio, no Jardim Sindona, na manhã desta quarta-feira, 16 de maio.

A construção, de 12 andares, estava abandonada há mais de 10 anos pelo antigo proprietário e, com isso, foi transformada em ponto para atividades ilícitas, como venda de drogas e prostituição, além de virar alvo de despejo de entulho e lixo e ainda abrigo para usuários de drogas. Além disso, sua estrutura estava comprometida, colocando em risco a segurança das casas vizinhas. Agora a área foi adquirida por uma nova construtora, que efetuou o fechamento do imóvel até que seja definido o que será efetuado no local.

A ação da prefeitura atendeu a um pedido dos vizinhos para que a situação do prédio fosse resolvida, pois muitos vinham sendo, inclusive, coagidos pelos moradores do local. “Eu moro aqui com muito medo, não consigo sequer parar na calçada porque eles já vêm pedir as coisas, tenho medo até de ir ao mercado. Sem falar na desvalorização do local”, relatou a moradora M.D.

Também durante a ação, os assistentes sociais fizeram o trabalho de aproximação e convencimento para encaminhar os usuários de drogas, incluindo as gestantes, para o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP). Após esta acolhida, eles serão encaminhados para o Centro de Atenção Psicossocial Ácool e Drogas (CAPS/AD) e as gestantes serão atendidas pelas psicólogas e encaminhadas ao Amparo Maternal.

De acordo com o secretário da Secontru, José Amando Mota, o processo jurídico sobre a posse do local dificultou a ação da prefeitura. “Por se tratar de uma área particular, tivemos algumas dificuldades para agir, contudo a população do entorno da obra estava sendo muito prejudicada, inclusive com pequenos assaltos na região, praticados por dependentes de drogas que frequentavam o prédio. Por isso, agimos de forma definitiva e lacramos as portas e janelas dos primeiros andares do edifício”, disse José Amando.

Acompanharam a ação o secretário adjunto da Secontru, André Luis Santiago, e o vereador Josias da Juco.

Além disso, verifique

Prefeito Jorge Lapas cria canal permanente de diálogo com a juventude de Osasco

Em um “papo reto”, como ele mesmo classificou, com jovens da cidade, foi criada uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.