Início / Manchetes / Prefeito Emidio inicia obras de unidade de pronto-atendimento na Vila Menk, em Osasco

Prefeito Emidio inicia obras de unidade de pronto-atendimento na Vila Menk, em Osasco

Unidade vai funcionar 24 horas, incluindo atendimento odontológico, e contará com uma UBS em prédio anexo para abrigar programa Saúde da Família. Projeto é parceria com o governo federal e inclui outra UPA no Jardim Conceição, cujas obras começam nas próximas semanas

Incor, Farmácia Popular, Samu/192 , CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) e Parto Humanizado na Maternidade Municipal Amador Aguiar. Esses são apenas alguns dos exemplos de serviços de saúde até então inéditos na rede pública e que foram trazidos a Osasco pelo prefeito Emidio de Souza.

Na última quarta-feira, dia 4 de agosto, esse projeto permanente de melhoria no atendimento à população ganhou mais um passo. Acompanhado dos secretários municipais Gelso de Lima (Saúde) e Waldyr Ribeiro Filho (Obras e Transportes), Emidio lançou a pedra fundamental e deu início às obras da UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) da Vila Menk, na zona Norte.

Construída em parceria com o governo federal, a unidade terá atendimento 24 horas para casos de urgência, incluindo odontológicas (outro serviço inédito hoje na cidade), e vai contar com uma base móvel do Samu/192, além de abrigar, em prédio anexo, o Programa Saúde da Família, com equipes formadas por médicos, enfermeiros e auxiliares que vão fazer visitas em domicílios.

Outra unidade semelhante terá obras iniciadas, nos próximos dias, no Jardim Conceição, zona Sul do município. Para a construção das duas unidades, o governo federal vai destinar R$2,5 milhões, que serão complementados pela prefeitura. Além disso, a cidade receberá, mensalmente, R$250 mil para a manutenção de cada UPA, que também será acrescido, de igual valor, pela administração municipal.

Cada unidade deverá beneficiar uma população de 100 mil habitantes em suas áreas de abrangência.

Durante o lançamento da pedra fundamental, o secretário de Obras, Waldyr Ribeiro, informou que a UPA da Vila Menk terá 1,7 mil m² de área construída, em uma área de 4 mil m². “Além dos espaços para atendimentos de urgência, vamos também contar com consultórios e laboratórios para a realização de exames na própria unidade”, explicou.

Já o secretário de Saúde, Gelso de Lima, iniciou sua fala ressaltando a necessidade de desfazer mal entendidos espalhados pela cidade sobre o projeto. “Principalmente na Câmara Municipal, até por maldade, tem se tentado fazer uma confusão entre a UPA e os Postos de Pronto Atendimento – PPAs existentes na rede. Estamos transformando os PPAs em unidades básicas de saúde como parte de um projeto para reforçar a atenção básica e a prevenção das doenças. Esse trabalho tem dado certo e está, aos poucos, sendo entendido e bem aceito pela população. Já as UPAs terão condições de oferecer um atendimento muito mais qualificado aos casos de urgência e ainda vão contar com o Programa Saúde da Família, para reforçar o trabalho de prevenção”, explicou.

Ele também destacou que unidades semelhantes estão em construção em todo o País, mas que o Estado de São Paulo foi o único em que apenas as prefeituras e a União fizeram as parcerias, sem a participação do governo estadual. “Em São Paulo, o Estado não tem sido parceiro nem das prefeituras e nem do governo federal. Nos demais Estados, os custos de manutenção das UPAs é dividido em três partes, sendo 50% da União, 25% do Estado e outros 25% das administrações municipais. Mas em São Paulo, como não há adesão estadual, nas cidades onde há o projeto, como é o caso de Osasco, vai ficar 50% para o governo federal e 50% para as prefeituras. É lastimável que o governo estadual tenha virado as costas para essa parceria”, disse.

O prefeito Emidio de Souza, por sua vez, lembrou que a obra atende a uma demanda do Orçamento Participativo (OP) para a região. E afirmou que a construção das duas UPAs deve ser finalizada em 12 meses. “Com isso, antes do final do próximo ano já estaremos com tudo funcionando. Houve um tempo, em Osasco, em que apenas se lançava a pedra fundamental e as obras, muitas vezes, não eram realizadas. Mas agora é diferente. Fazemos o lançamento da pedra e as máquinas já estão aqui trabalhando. Espero agora que a comunidade acompanhe o andamento desse projeto, que será um orgulho para toda a região”.

Também prestigiaram o evento os secretários municipais Jorge Lapas (Governo), Mazé Favarão (Educação) e Cláudio Chapecó (Esportes, Recreação e Lazer); e o vereador João Gois.

Além disso, verifique

Prefeitura de Osasco entrega Bases Comunitárias Móveis

Nesta quarta-feira, 5, às 11 horas, o prefeito de Osasco, Emidio de Souza, entrega para …

3 Comentários

  1. Alessandra scaramella

    Gostaria de saber como faço para trabalhar no upa pronto atendimento?
    Tenho experiencia e gosto demais de trabalhar com publico.

    Atenciosamente:
    Alessandra

  2. Bruna de Souza

    Bom dia, gostaria de saber quando abrirão as inscrições para trabalhar no UPA.

    Att,
    Bruna de Souza

  3. coquando começa as inscrições? sou tecnica em radiologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.