Início / Avisos / Prefeito prestigia sessão solene em homenagem ao centenário da imigração japonesa

Prefeito prestigia sessão solene em homenagem ao centenário da imigração japonesa

Prefeito prestigia sessão solene em homenagem ao centenário da imigração japonesa O prefeito Emidio de Souza, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Social, Marcia Abreu, prestigiou, na tarde da quarta-feira, dia 18 de junho, a sessão solene da Câmara Municipal de Osasco em homenagem ao centenário da imigração japonesa para o Brasil.

Realizado no Teatro Municipal, o evento contou com uma celebração budista e atendeu a uma propositura do vereador Fumio Miazaki e também ao que determina a lei municipal 2287, de 19 de julho de 1990, que institui no calendário oficial do município o Dia da Imigração Japonesa no Brasil.

“Tenho muito respeito pela cultura japonesa e pelo povo deste país, que há 100 anos decidiu atravessar oceanos em busca de uma vida melhor. Agradeço a esta nação pela contribuição extraordinária para o desenvolvimento de Osasco e do País”, afirmou Emidio.

Prefeito prestigia sessão solene em homenagem ao centenário da imigração japonesaDurante a solenidade, os membros da colônia japonesa de Osasco Yoshiko Sato Yokote, Osamu Hiratsuka, Mitsuki Sakagushi, Mitsuo Omosako e Midori Amano foram condecorados com cartões de prata.

Após a sessão solene, o público foi agraciado com uma apresentação de koto, tradicional instrumento musical de cordas.

Participaram da sessão solene os secretários municipais Jorge Lapas (Governo), Antonio Jardim (Indústria, Comércio e Abastecimento) e Renato Afonso Gonçalves (Assuntos Jurídicos); o ouvidor da Prefeitura, Fernando Montini; o presidente da Câmara Municipal, Osvaldo Vergínio; os vereadores Fumio Miazaki, Fábio Yamato, Antonio Toniolo, Sonia Rainho e José Barbosa Coelho; o deputado estadual Marcos Martins; o presidente da Acenbo, Sussumu Araki; e a monja budista Oterá Fabiana Fukaya.

Além disso, verifique

22,5% da população de São Paulo consomem doces em excesso

Índice está acima da médica nacional, segundo pesquisa do Ministério da Saúde que alerta para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.