Início / Meio Ambiente / Secretaria de Meio Ambiente de Osasco promove 1° Ciclo de Palestras sobre Borboletas

Secretaria de Meio Ambiente de Osasco promove 1° Ciclo de Palestras sobre Borboletas

A equipe do Borboletário de Osasco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, realizou o 1° Ciclo de Palestras sobre Borboletas no Núcleo de Educação Ambiental do Parque Dionísio Álvares Mateos, no Jardim das Flores, dia 29 de maio.

O evento reuniu diversos especialistas e interessados na criação e manejo de borboletas de vários Estados do país, como Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, e de cidades do Estado de São Paulo. Dentre os Borboletários, estiveram presentes representantes de Campos do Jordão (Flores que Voam), Campinas (Mata de Santa Genebra), Piracicaba (ESALQ), Capivari (CEA Santo Antonio), Jaguariúna (Reino Mágico das Borboletas), Diadema (Laertes Brittes de Oliveira) e Osasco.

O ciclo de palestras teve início com Roberto Varjabedian, biólogo e mestre em Ciências, especializado em legislação ambiental, que detalhou os processos legais para manejo de fauna silvestre. Em seguida, Osmar Salles de Figueiredo, ambientalista com formação em Direito e Engenharia Química, e responsável pela implementação do primeiro Borboletário no Brasil (o Reino Mágico das Borboletas, em Jaguariúna), falou sobre seu trabalho e o significado das borboletas para o ser humano, por meio de uma abordagem ambiental e espiritual.

Após intervalo para um almoço vegetariano, as palestras seguiram com exposições de Vivian Santana Nascimento, do Borboletario de Diadema, Paulina Arce, de Osasco, e Cynira Any Gabriel, da Mata de Santa Genebra, de Campinas, que trataram, principalmente, de educação ambiental. O encerramento ficou por conta do biólogo Marcelo Duarte Silva, professor doutor do Museu de Zoologia da USP, que abordou as diversas formas de classificação das borboletas, mostrando sua enorme variedade e sua importância ecológica. Atualmente são estimadas 150.000 espécies do animal, representando a segunda maior ordem de espécies de insetos no mundo.

Em todas as palestras apresentadas destacou-se a importância dos criadouros como ferramentas de educação ambiental e transmissão de valores para a sociedade, além de transmitirem importantes detalhes técnicos. As borboletas são animais que causam curiosidade e admiração há séculos, e seu estudo permite compreender dezenas de fenômenos e valores ecológicos essenciais para conhecer e respeitar ainda mais a natureza.

Paulina A. Arce
Bióloga – Borboletário de Osasco

Além disso, verifique

GCM de Osasco prende cinco homens por crime ambiental

A Guarda Civil Municipal de Osasco (GCM) prendeu cinco homens em flagrante por crime ambiental. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.