Início / Saúde / “VI Fórum DST/AIDS” é promovido em Osasco

“VI Fórum DST/AIDS” é promovido em Osasco

744 - Leandro Palmeira (6)Na manhã de quinta-feira, 6 de dezembro, o secretário de Saúde de Osasco, Ewandro de Castro Ruck, a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Mirtes Aparecida Fabricante, e a coordenadora do Programa DST/Aids/Hepatites, Juliana Baracat, abriram o IV Fórum de DST/Aids da cidade. O evento, realizado no Sindicato dos Comerciários, direcionado aos profissionais e instituições envolvidas com o controle DST/AIDS, integrou a agenda de atividades alusivas ao Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, celebrado no último dia 1º.

Na oportunidade, foram avaliados métodos de prevenção, com destaque aos avanços obtidos e aos desafios ainda impostos pela doença. Além disso, o encontro dividiu-se em dois eixos centrais, primeiro com o tema A Sociedade Civil no Combate ao HIV e o segundo sobre A diversidade Sexual e a Epidemia de HIV, explanados respectivamente por Márcio Bandeira, historiador, professor doutor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e por Jean Dantas, coordenador de Articulação com a Sociedade Civil do Programa Estadual de DST/Aids.

Conseguir identificar quais são os públicos prioritários, bem como ampliar o acesso ao diagnóstico e impulsionar a interrupção da cadeia de transmissão foram outros temas abordados. “ Nosso desafio é pensarmos numa política de prevenção que corresponda a uma realidade local do município”, explanou Juliana Baracat, que completou dizendo que toda discussão contribui para a elaboração de novas estratégias, impulsionando o acesso ao diagnóstico, já que segundo o Ministro da Saúde, ainda existem 130 mil pessoas que não sabem que estão infectadas com o HIV no país.

Já o secretário destacou que, para o próximo ano, pretende investir muitoainda mais em prevenção e ressaltou a importância dessa conduta em relação à Aids. “Vamos continuar com as mudanças no modelo de saúde, transformando cada vez mais o modelo assistencial em preventivo. Com essas medidas já houve a melhoria dos indicadores referentes à saúde do município” apontou.

A médica, por sua vez, Mirtes Aparecida Fabricante, agradeceu o empenho e dedicação do secretário com o Programa de Combate a DST/Aids/Hepatites municipal e chamou atenção para a importância do diagnóstico precoce da doença para a melhor eficiência do tratamento.

“O diagnóstico precoce e o inicio imediato do tratamento são essenciais para garantir a qualidade de vida do paciente. Além disso, é válido ressaltar que a prevenção é sempre a melhor opção quando se trata de Aids”, destacou.

Além disso, verifique

Osasco realiza Fórum de Saúde Mental

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretária da Saúde, promoveu no dia 22 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.