Início / Parceiros / Curso de IRLAS forma primeira turma em Osasco

Curso de IRLAS forma primeira turma em Osasco

A tarde de segunda-feira, dia 12 de setembro, foi especial para 37 estudantes do primeiro curso de “Instalação e Reparação na Área de Linhas e Aparelhos Telefônicos” (IRLAS), que receberam o diploma e participaram da formatura após 60 horas de treinamento (20 horas teóricas e 40 horas práticas) e capacitação oferecidos pela Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão da Prefeitura de Osasco, em parceria com a empresa Estart Serviços Ltda.

O curso piloto, que se iniciou na metade de agosto, tem como objetivo estimular e fortalecer a qualificação social e profissional de trabalhadores para a área de telecomunicações. A cerimônia de formatura aconteceu no Centro Público de Qualificação Social e Profissional – Sindicalista Arsênio Rodrigues da Silva, localizado na Avenida Diogo Antônio Feijó, 889 – Km 18.

Com a qualificação e avaliação dos candidatos, muitos trabalhadores já foram encaminhados para empresas parceiras do Portal do Trabalhador de Osasco, para seleção e possível contratação, de acordo com o desempenho e o perfil técnico de cada um. De acordo com os organizadores do curso, é uma forma do trabalhador ampliar sua atuação profissional e conseguir uma nova oportunidade de reinserção no mercado de trabalho. Dentre os 37 recém formandos, 26 estão em fase de testes para admissão nas empresas.

Durante a formatura, o diretor comercial da Estart Serviços Ltda, Carlos Alberto Ramires, falou das vantagens do curso. “O apelo das aulas é bastante social porque não cobramos nada do candidato, buscamos apenas pessoas com idade superior a 23 anos, que possuam Carteira Nacional de Habilitação, Ensino Médio completo e que estejam desempregadas para capacitá-las para as empresas. O treinamento só é oferecido se as empresas puderam absorver satisfatoriamente a nova mão de obra. Estamos em diálogo para aumentar ainda mais o número de empresas no setor que queiram dispor de trabalhadores qualificados”, disse.

Carlos explicou aos formandos que a política desenvolvida em Osasco busca inserir o trabalhador no processo de desenvolvimento social e econômico que o Brasil vivencia. Para ele, a área de telecomunicações é uma das que exemplifica o crescimento do Pais, reconhecido como um dos maiores mercados de Tecnologia da Informação e Comunicação do hemisfério Sul.

Em conversa com os estudantes, o diretor falou que a venda de computadores pessoais cresceu 23% no ano de 2010, o que coloca o país em 4º lugar no mercado mundial, ficando atrás somente da China, Estados Unidos e Japão. O diretor explicou ainda que em fevereiro de 2011, o Brasil contava com 207 milhões de terminais de celulares em atividade. Em 2003, 3 milhões e 600 mil residências possuíam TV paga, número que saltou para 9 milhões em 2011, o que também aumenta o campo de trabalho desses novos profissionais.

Em sintonia com esse pensamento, a secretária de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão de Osasco, Sandra Inês Faé, ratificou as informações esclarecendo que a infraestrutura de redes, a oferta de serviços e o desenvolvimento tecnológico do setor ainda estão muito abaixo do necessário e devem ser expandidos a exemplo da iniciativa de Osasco. “O crescimento rápido da área de telecomunicações fez surgir um grupo de trabalhadores formado na prática do trabalho sem a devida especialização, o que gera repetição de serviços e a demora nos atendimentos, mas criou também novas vagas de emprego, o que exige do setor público atenção específica”, disse, acrescentando que dois novos cursos acontecem com a formação de novas turmas, uma de IRLAS e outro de técnico de ADSL: instalador de banda larga. São duas turmas com aproximadamente 30 alunos. Sandra complementou sua fala dizendo que a fim de responder às necessidades do mercado, o município buscou parceiros com experiência comprovada na área para o desenvolvimento de projetos de qualificação e inserção profissional.

Para João Valente, de 49 anos, morador do Jardim Bela Vista, que sempre trabalhou na área de manutenção, a nova oportunidade já pode garantir vagas de imediato. “Vamos indicar para outros colegas o curso porque já podemos perceber que está mudando nossa vida. Na minha idade, não desisto nunca e vou adiante. Espero me acertar na empresa e ter chances de crescer. Vou agarrar firme esta chance”, declarou.

O mesmo pensamento é compartilhado por Anderson Rodrigo Campos, de 28 anos, que vive no Jardim Três Montanhas e que antes atuava como vigilante de escolta. “Todo conhecimento é válido. É uma oportunidade diferente de crescimento e muitos não sabiam nada da área de telefonia. Hoje ganho em conhecimento e experiência profissional, além de saber que o sucesso profissional depende muito de nós mesmos”, explicou.

A parceria foi possível após o prefeito Emidio ter assinado em agosto a autorização para firmar o termo de convênio com a empresa Estart Serviços Ltda, que ficou responsável pela capacitação profissional na área de telecomunicações dos trabalhadores cadastrados no Portal do Trabalhador por meio do programa Osasco Inclui.

Também participaram da cerimônia o diretor operacional da Estart Serviços Ltda, Claudemir Gomes, o instrutor Caio Alexandre, que entregou as certificações; e Vera Aparecida de Oliveira, da área de Qualificação do Programa Osasco Inclui. Ao término do evento, os formandos ainda desfrutaram de um café da tarde com professores e gestores.

Além disso, verifique

Auxiliar Administrativo – Elithe RH – Osasco, SP

Atender clientes internos e externos usando as ferramentas (e-mails, telefones, Nextel) Registrar os atendimentos efetuados para as áreas nos bancos de dados...
De Elithe RH - 08 Mar 2013 00:37:07 GMT - Visualizar todas as empregos: Osasco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.