Início / Geral / Em coletiva, Emidio fala sobre a evolução do PIB de Osasco

Em coletiva, Emidio fala sobre a evolução do PIB de Osasco

Conforme dados do IBGE, sobre o PIB Nacional de 2008, Osasco ocupa o 10° lugar no país, o 6º na região Sudeste, o 3º no estado e o 1º lugar na região Oeste da Grande São Paulo

Nesta quinta-feira, 16 de dezembro, o prefeito Emidio de Souza reuniu a imprensa de Osasco e região para falar sobre os resultados do PIB Nacional, divulgados nesta semana pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Conforme os dados do IBGE, Osasco passou da 14ª para a 10ª posição no ranking nacional, sendo superado apenas por sete capitais e dois municípios: Guarulhos (SP), e Duque de Caxias (RJ). Na região Sudeste, a cidade de Osasco ocupa a 6ª posição, a 3ª no estado e o 1º lugar na região Oeste da Grande São Paulo. O PIB representa a soma de todos os bens e serviços produzidos por cada município brasileiro.

A coletiva foi realizada no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Osasco (ACEO), que ficou superlotado com a presença de empresários, vereadores, secretários municipais, lideranças religiosas, sindicais e partidárias, além de representantes de outros segmentos sociais do município. No início da coletiva, Alexandre Guerra, assessor da SDTI (Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão), fez uma apresentação da evolução do PIB de Osasco, apresentando dados macroeconômicos e locais que contribuíram para o crescimento econômico e social do município.

Em seguida, falaram sobre os resultados do PIB e a importância desse crescimento econômico de Osasco, o vereador Osvaldo Vergínio, presidente da Câmara Municipal; Roberto Espinosa, coordenador do projeto Osasco 50 Anos; André Menezes, presidente da ACEO; e Estanislau Dobbeck, secretário de Finanças de Osasco.

Orgulho de Osasco

Para o vereador Osvaldo Vergínio, se Osasco ocupa hoje esta posição invejável na economia do país, deve-se ao trabalho e a visão administrativa do prefeito Emidio de Souza, que acreditou em Osasco. “Quando o prefeito Emidio assumiu a Prefeitura em 2005, acredito que talvez nem ele mesmo acreditasse que em tão pouco tempo, Osasco pudesse ser a 10ª cidade do país e a 3ª do estado. É um orgulho para nós podermos estar hoje comemorando esses números, mas, com certeza, isso se deve muito ao trabalho do prefeito que acreditou e trabalhou para isso. Parabéns ao prefeito e toda população de Osasco”, disse Vergínio. Para Roberto Espinosa, esse crescimento deve-se também ao planejamento de objetivos e metas, conforme está detalhado no projeto Osasco 50 Anos, criado por iniciativa do prefeito e que visa, justamente, planejar um desenvolvimento sustentável para Osasco.

Maior centro varejista

Para o presidente da ACEO, André Menezes, os resultados do PIB de Osasco são frutos de um trabalho realizado em parcerias de sucesso entre o poder público e a iniciativa privada. “São vários os fatores que contribuem para esse crescimento, mas, como relata o IBGE, um dos fatores principais é o setor da prestação de serviços. Hoje, enquanto a Rua 25 de Março, em São Paulo, é o maior centro do comércio atacadista do país, temos orgulho de informar que a nossa Rua Antonio Agu já é o maior centro do comércio varejista do Brasil. E, com certeza, com a políticas públicas que foram implantadas em Osasco, vamos avançar ainda muito mais”, afirmou André Menezes.

Acima da média nacional

Já o secretário de Finanças, Estanislau Dobbeck ressaltou os avanços econômicos verificados a partir de 2005, quando o prefeito Emidio assumiu a Prefeitura. “Antes de 2005, Osasco ocupava a 24ª posição no ranking do PIB nacional e, graças às diversas políticas púbicas voltadas ao desenvolvimento econômico, que foram implantadas nesse período, hoje, estamos entre as 10 cidades mais ricas do país e à frente de importantes capitais como Salvador e Curitiba. É importante destacar também que hoje Osasco tem um crescimento acima da média nacional. Enquanto o PIB nacional cresce em média 7%, o crescimento do PIB é de 10%”, disse Dobbeck.


Nada é por acaso

Ao iniciar a sua fala, o prefeito Emidio disse que resolveu, em conjunto com André Menezes, convocar a imprensa e representantes da sociedade civil para, justamente, poder falar e comemorar indicadores econômicos tão positivos, os quais mostram que Osasco está no caminho certo. “Aproveito para agradecer a presença de empresários dos mais diversos ramos de atividade, de vereadores e de todo o conjunto da população, pois, nada acontece por acaso. Esses números do IBGE mostram o acerto das políticas públicas que, depois de discutidas aqui na ACEO, implantamos em Osasco visando o crescimento econômico e social do município. E, hoje, estamos colhendo os frutos dessas políticas realizadas com muito estudo e planejamento”, disse Emidio.

Emidio afirmou também que, se Osasco já conseguiu excelentes resultados até aqui, o que vem por aí será ainda muito melhor para Osasco. “Hoje, estamos em 10° lugar no ranking nacional, mas, é importante destacar que só fomos superados pelas maiores metrópoles do país, como São Paulo que, por sua vez supera o PIB de muitos países, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Manaus e Porto Alegre, e por cidades como Duque de Caxias, beneficiada pela grande refinaria de petróleo, e por Guarulhos, que abriga o maior aeroporto internacional do Brasil. Esse crescimento de Osasco é resultado de políticas que implantamos no município, como do novo Código Tributário, com redução de alíquotas de impostos como o ISS, resultando num aumento considerável da receia municipal. E não é somente o desenvolvimento econômico que comemoramos hoje. Mas, também o crescimento social. Hoje, o PIB per capita de Osasco está acima da média nacional e isso reflete em melhorias de vida de todos os cidadãos”, afirmou Emidio, que falou também sobre os novos planos da política local para alavancar ainda mais o desenvolvimento de Osasco. São obras em diversas áreas como no setor viário, habitação e no transporte coletivo, a serem realizadas com recursos próprios do município e também em parceria com o governo Federal.

Força na região Sudeste

Conforme os dados divulgados pelo IBGE, Osasco se destaca na região Sudeste, a mais rica do país, onde possui o 6º PIB da região e o 3º maior PIB do estado de São Paulo. Fora a capital do estado, Osasco só fica atrás da cidade de Guarulhos e superou importantes municípios como Campinas, Ribeirão Preto e São Bernardo do Campo.

Em termos absolutos, os dados do IBGE significam que, em 2008, o PIB de Osasco, em valores correntes, foi estimado em R$ 30.024.366.000,00 e seu PIB per capta em R$ 42.106,00 enquanto que, em 2007, o PIB correspondia a R$ 24.688.012.000,00 e o PIB per capita a R$ 35.218,00.

Fazendo uma análise histórica sobre a participação no PIB nacional entre 1999 e 2008, considerando-se os municípios com mais de 500 mil habitantes, verificamos que a maior participação relativa foi de Osasco, que aumentou seu peso de 0,7% para 1% do PIB brasileiro.

Esse movimento foi impulsionado, sobretudo, pela expansão de atividades ligadas à prestação de serviços. No que se refere a esse setor, Osasco situa-se na 7ª posição entre os municípios da região Sudeste e na 2ª posição no estado de São Paulo.


Avanços no Mercado de Trabalho

Os avanços obtidos na economia de Osasco também já tinham sido constatados pela Prefeitura a partir de outros indicadores econômicos e do mercado de trabalho no município, área que vem apresentado uma tendência positiva desde 2005.

Osasco sempre foi uma cidade reconhecida por abrigar setores da indústria, comércio e serviços muito bem estruturados e desenvolvidos, fatores que atraem um número cada vez maior de empresas. Hoje, essas empresas encontram no município políticas de desenvolvimento econômico e de geração de renda dinâmicas e consolidadas.

Sobre os números do mercado de trabalho, os dados revelam avanços verificados principalmente no período entre 2004 e 2008. A taxa de ocupação, que mede a relação entre os ocupados e a População Economicamente Ativa (PEA) subiu de 81,8% para 87,2%, o que indica expansão das ocupações que passaram de 294 mil para 344 mil postos de serviços. Em igual período, as taxas de desemprego aberto diminuíram de 12,3% para 8,7%, entre 2004 e 2008 – Fonte PED/Dieese & Fundação Seade.

Nesse período, verificaram-se também sinais de elevação em termos de empregos com carteira de trabalho assinada, em detrimento de redução da informalidade. Entre 2004 e 2008, a participação dos empregos formais em relação ao total de ocupados passou de 57,9% para 64%, enquanto que os trabalhadores informais residentes em Osasco diminuíram de 37,5% para 32,5%.

Participaram também do evento os secretários Paulo Fiorilo (Administração), Gelso de Lima, (Saúde), Dulce Helena Cazzuni (SDTI), Carlos Marx (Meio Ambiente), Juracy Dalle Luca (Sica), Claudio Chapecó (Esportes), Helena Ferrari (Cultura), Jorge Lapas (Governo), Mazé Favarão (Educação), Waldyr Ribeiro (Obras), Emilia Cordeiro (diretora de Imprensa), José Pedro (Ouvidoria), Valdir Roque (CMTO), Nice Abrantes (coordenadora do Orçamento Participativo), Aldo Rocha (coordenador de Assuntos Internacionais), Sônia Rainho (coordenadora da Mulher e Promoção da Igualdade Racial), Delcides Regatieri (coordenador de Combate às Enchentes), o deputado estadual Marcos Martins, os Osvaldo Vergínio (presidente da Câmara Municipal), Aluisio Nunes (líder do prefeito e presidente eleito da Câmara Municipal), João Góis, Claudio da Locadora, Valmir Prascidelli, Fumio Miazaki, Abelardo Moreno (gerente da CEF de Osasco), Maely Moura (gerente da CEF, Agência Catedral), Sara Lima e Gilmar Alves (gerentes do Bradesco, Agência Osasco), Sérgio Marquesi (CIESP/Osasco), Carlos Seicentos (diretor do Grupo Flanel), João Carlos (superintendente do Shopping União), Marcelo Zanoto (Osasco Plaza Shopping), Paulo Contim (diretor presidente da TV Osasco e vice-presidente da Facesp), Jorge Nazareno (presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco), coronel Henrique Dias (comandante do 42° Batalhão de Polícia Militar de Osasco), tenente coronel PM João Ricieri Folguieri (comandante interino do CPA-M/8), Major José Virgolino (comandante interino do 14° Batalhão da PM) e José Geraldo Setter (Presidente da Ordem dos Emancipadores de Osasco).

Além disso, verifique

Prefeito Jorge Lapas cria canal permanente de diálogo com a juventude de Osasco

Em um “papo reto”, como ele mesmo classificou, com jovens da cidade, foi criada uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.