Início / Eventos / Osasco sedia I Seminário sobre Produção, Comercialização e Consumo Solidário

Osasco sedia I Seminário sobre Produção, Comercialização e Consumo Solidário

133-romulo-fasanaro-filho-1A cidade de Osasco sediou, nos dias 4 e 5 de abril, o I Seminário sobre Produção, Comercialização e Consumo Solidário, evento promovido pelo Fórum Paulista de Economia Solidária em parceria com o Fórum Regional de Economia Solidária e Centro Público de Economia Solidária de Osasco, que integra o Programa Osasco Solidária, da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão da Prefeitura de Osasco.

Tendo como base as discussões realizadas durante o processo de mobilização e debates da IV Plenária do FBES (Fórum Brasileiro de Economia Solidária) e das demandas apresentadas pelos empreendimentos, o objetivo do seminário foi refletir, debater e encaminhar ações sobre a construção de um processo coletivo de certificação e criação de um selo para os produtos e serviços dos Empreendimentos Econômicos Solidários. A idéia é formar uma identidade, inicialmente estadual, entre os empreendimentos, o que permitirá a identificação, por parte dos consumidores, dos produtos da economia solidária.

133-romulo-fasanaro-filho-2“Se olharmos na história de construção veremos que já tivemos um grande avanço. Mas ainda temos muito para caminhar e é para isso que estamos reunidos nesse seminário. Com certeza teremos bons resultados”, assegurou Sandra Praxedes, coordenadora do Programa Osasco Solidária da Prefeitura de Osasco.

Participaram do seminário entidades de fomento e empreendimentos econômicos Solidários e gestores públicos para Política Pública de Economia Solidária das cidades de Assis, Campinas, Embu das Artes, Guarulhos, Hortolândia, Itapecerica da Serra, Jandira, Santo André, São Carlos, São Paulo, Carapicuíba e Osasco, além de representantes do Ceará, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Bahia, Minas Gerais e Santa Catarina.

Osasco – Referência em Economia Solidária

A Prefeitura de Osasco mantém um Centro Público de Economia Popular e Solidária que oferece aos empreendimentos assistência jurídica e contábil para que possam, de forma correta, inserir seus produtos no mercado. Geralmente, os cooperados são pessoas beneficiárias dos programas de transferência de renda, como o Bolsa Família.

Além de pessoas que vivem em situação de desemprego e vulnerabilidade social e que desejam se organizar em empreendimentos populares e solidários, assim como grupos que já estejam produzindo ou apresentem projeto de constituição de um empreendimento popular ou solidário e empresas resultantes de processo falimentar.

O objetivo é estruturar e implementar um local multifuncional de integração e articulação, levando em consideração o conjunto de ações públicas destinadas a contribuir para o desenvolvimento, consolidação, sustentabilidade e a expansão de empreendimentos populares e solidários, redes e outras formas de integração e cooperação, fomentando e fortalecendo a cultura e as estratégias de Economia Solidária local e regional.

Para Andréia Nardia, representante da coordenadoria do NUPES, da Prefeitura de Tangará da Serra, Mato Grosso, Osasco tem muitas experiências para compartilhar com outras prefeituras. “O nosso intuito é buscar experiências de sucesso em Osasco, pois estamos em discussão sobre comércio e consumo enquanto Osasco já está na prática”, apontou.

O evento contou com o apoio de Faces do Brasil, Rede Ecovida, Instituto Kairós, Anteag, Projeto Caminho – Criolê, Rede Saúde Mental e Economia Solidária, Prefeitura Municipal de Hortolândia; e Superintendência Regional do Trabalho e Emprego – Núcleo de Programas Sociais (NPS-SRTE/SP) – MTE.

Além disso, verifique

Gastronomia

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Abastecimento (SICA) promoverá …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.