Início / Geral / SDTI recebe visita de pesquisadores japoneses em Osasco

SDTI recebe visita de pesquisadores japoneses em Osasco

No dia 23 de agosto, a Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão de Osasco (SDTI) recebeu a visita de um casal de pesquisadores japoneses interessados em conhecer os programas de inclusão social desenvolvidos na cidade e que são referências para várias cidades brasileiras.

A visita de Shigeru e Kanako Imasato começou na sede da Secretaria, com uma apresentação das principais estratégias da Prefeitura no combate às desigualdades sociais, feita por Alexandre Guerra, coordenador do Observatório do Trabalho de Osasco e Região. Ele detalhou a estrutura do órgão para atender a população e explicou resumidamente vários programas relacionados à geração de renda.

Dentre os programas apresentados, estão: Renda Mínima Municipal; Operação Trabalho; Começar de Novo; Osasco Inclui; Osasco Recicla; Incubadora Pública de Empreendimentos Econômicos e Solidários; Osasco Solidária; Incubadora Pública de Economia Solidária; Centro Público de Economia Solidária; Loja Oficina; Oficina Setorial de Agricultura Urbana; Oficina Setorial de Alimentação – Pão Sol e Feira Móvel e Solidária.

Shigeru Imasato é professor da Universidade de Kyushu e diretor do Centro para Estudos de Inovação Social da Universidade Doshisha. Além disso, coordena projetos de agricultura orgânica e inclusão digital. Kanako, sua esposa, é professora de Políticas Regionais na Universidade Aichi.

O casal aproveitou a oportunidade para compartilhar sua visão sobre a situação no Japão. “Nos anos 90, a economia parou de crescer. Agora há desemprego e o governo japonês começa a fazer programas de capacitação e distribuição de renda, mas não são suficientes. Além disso, não há critérios para medir a pobreza”, afirmou Shigeru.

Alexandre falou também sobre o programa Bolsa-Família e da experiência positiva de Osasco de, além de distribuir renda, dar capacitação e possibilidades de que os beneficiários conquistem renda própria. O “Brasil Sem Miséria”, programa do governo federal recém-lançado, é baseado em experiências como essas de Osasco.

Após as apresentações, o casal se encontrou com a secretária, Sandra Fae Praxedes.

Além de conhecer as instalações do prédio da SDTI, os japoneses visitaram o Centro de Economia Solidária, onde receberam informações sobre o Centro e a Incubadora, coordenados por Cida Lopes, que os recebeu.

Shigeru Imasato considerou a visita positiva: “Aprendi muito. Gostei da maneira como a Prefeitura de Osasco proporciona a distribuição de renda e incentiva que os beneficiários se capacitem a consigam empregos. No Japão não tem nada parecido com isso”, disse.

Por último, os japoneses estiveram na Oficina-Escola e na Cooperativa de Costura.

Além disso, verifique

Prefeito Jorge Lapas cria canal permanente de diálogo com a juventude de Osasco

Em um “papo reto”, como ele mesmo classificou, com jovens da cidade, foi criada uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEGURANÇA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.